Volkswagen Passat 2018: o mesmo preço por mais equipamentos





Volkswagen Passat 2018: o mesmo preço por mais equipamentos

O Volkswagen Passat 2018 passa a ser vendido em versão única com apenas um opcional

Fotos: Divulgação | Texto: Raphael Panaro | Adaptação web Renê Saba

Compartilhe esse conteúdo

O quê mudou? Foi minha pergunta ao ver o novo Volkswagen Passat. Até então eu sabia que era a linha 2018 e só. Chego à garagem, dou um 360º no vistoso sedã prata e meus olhos não acham nada de diferente. Ele continua imponente, com proporções bem defi nidas e muitos cromados. Assim que entro dou de cara com um novo sistema multimídia, o Discover Pro, a central que estreou com a reestilização do Golf lá fora.

Assine a Revista Car and Driver

Dentre as inúmeras funções (GPS com mapas 3D, Apple Car Play, Android Auto, Bluetooth...) ela traz o inédito controle por gestos. A teoria é linda. O movimento lateral da mão permite acessar o menu de informações, alterar estações de rádio, selecionar músicas e visualizar fotos. Já a prática...

Passo a mão uma, duas, três vezes na frente da tela e nada acontece! Pareço um intérprete da linguagem de libras em horário eleitoral na TV. Não desisto. Tento mais uma vez e o máximo que consigo é reiniciar a música que já estava tocando. Faço um movimento lateral duplo e o sistema executa a próxima faixa da lista de reprodução. Não demora muito para me render e chegar a conclusão no quão desnecessária é tal inovação. Para tirar a mão do volante prefiro muito mais usar meu dedo e acessar qualquer comando diretamente na central. Ou simplifique: recorra ao volante multifuncional.

Leia mais:

- Volkswagen crava: voltará a ser líder no Brasil

- VW Virtus 1.6 MSI: espaço de Corolla e preço de Prisma

- Volkswagen Passat ganha equipamentos e reduz o valor final em R$ 13 mil

Toda essa complicação não diminui a eficiência do Discover Pro. A terceira geração troca a tela de 8” para 9,2”. Mesmo sem botões físicos, a interface é, ao mesmo tempo, simples e funcional. A rapidez das respostas aos comandos faz parecer que você está mexendo em um iPad.

Volkswagen Passat, VW Passat

TETO

Vendido em configuração única no Brasil, outro destaque do novo Volkswagen Passat é que ele incorpora itens que antes eram opcionais. Caso do painel de instrumentos digital, controle de cruzeiro adaptativo, sistema de monitoramento frontal com frenagem de emergência e frenagem automática pós-colisão para reduzir a energia cinética residual. A lista ainda traz ar-condicionado digital de três zonas, faróis full-LED e porta-malas automático – aquele que você passa o pé sob o para-choque traseiro e a tampa se abre. Pelo menos esse gesto funciona. O único opcional continua a ser o teto solar (R$ 5.370).

Quer saber tudo sobre o novo Volkswagen Passat na íntegra? Então garanta agora a edição 124 da revista Car and Driver. Compre aqui.



Comentários