Audi SQ5: com 354 cavalos, o SUV esportivo é exceção da regra

Confira a avaliação do Audi SQ5

Fotos: Divulgação/Audi | Texto: Raphael Panaro | Adaptação web Renê Saba

Compartilhe esse conteúdo

Você, viciado em carro, já deve ter percebido que nós da C/D não somos aqueles fervorosos admiradores de SUVs que o Brasil – e todo o planeta – estão comprando desesperadamente. Gostamos do banco mais perto do chão, dinâmica
mais apurada e 0 a 100 km/h em menos de uma eternidade. Porém, como tudo na vida, existem as exceções. E essa edição está recheada delas. Você já viu algumas, como o novíssimo baby Jaguar e o fake AMG nas páginas anteriores. Agora
abrimos espaço para outra: o Audi SQ5.

O primeiro grau de preparação esportiva da Audi chega por exatos R$ 397.990. São R$ 100 mil extras a versão mais custosa do Q5 civil. Nas próximas linhas você vai saber se milhares de reais a mais valem tanto a pena. A primeira justificativa, como não poderia deixar de ser a primeira, é o desempenho. Os 252 cv do 2.0 turbo do Q5 já são suficientes para tirar qualquer SUV da monotonia. O tratamento da divisão Sport só eleva esse patamar. O Audi SQ5 e seus 354 cv fazem você ter aquela atenção extra ao percurso quando provoca o acelerador.

Com o V6 3.0 TSFI – e mais especificamente os 51 mkgf de torque – você nunca vai deixar seus filhos esperando na escola e aquela viagem até a casa de praia será menos longa. Isso porque o SUV ignora solenemente o peso de quem acabou de exagerar no churrasco: 1.945 kg. São 5,4 s de 0 a 100 km/h, segundo a Audi. O seis cilindros é elástico e, independentemente da faixa de rotação, sempre há força. Quando você olha no cluster o mostrador já está em uma velocidade impublicável. E você nem se dá conta. Toda potência gerada é gerenciada por uma transmissão automática de oito marchas. Ela executa as trocas de forma suave e rápida.

Leia mais:Conheça o Audi TT RS, o 'hot cupê' que completou a linha esportiva da Audi
Leia mais: Carros usados: Audi A1 2013 agrada pela eficiência
Leia mais: Audi se prepara para lançar a nova geração do sedã A6

2,3 BAR

O Audi SQ5 ainda traz novas soluções. O turbocompressor – que substitui o supercharger da geração anterior – tem duplo fluxo e os coletores de escape das duas bancadas de cilindros estão ligados diretamente na carcaça do turbo. O resultado é o encurtamento do caminho dos gases e, consequentemente, a diminuição do lag de enchimento da turbina – com pressão máxima de 2,3 bar. Mesmo assim tal atraso não é eliminado em sua totalidade. Só que o Q5 faz jus ao S que recebe. 

A esportividade do SUV continua por meio da dinâmica. O modelo adota a mesma fórmula usada no Q5: suspensão dianteira e traseira fi ve-link e amortecedores adaptativos integrados aos modos de condução juntamente com o motor, direção e câmbio. Selecione o Sport e tenha as trocas de marcha retardadas, o volante mais pesado e a suspensão mais rígida. Para uma tocada entusiasmada essa é a condição perfeita. Mesmo com os 4,67 metros de comprimento e 2,82 m de entre-eixos, o Audi de quase duas toneladas é ágil. E também aparenta ser.

Quer saber o resultado da avaliação do Audi SQ5 de 354 cv? Então vá hoje mesmo na melhor banca do seu bairro ou assine a Car and Driver para receber as novidades mais quentes do mercado automotivo em sua casa. Assine: goo.gl/uFKbVA



Comentários