Jaguar E-Pace R-Dynamic P300: utilitário e esportivo na mesma frase?





Jaguar E-Pace R-Dynamic P300: utilitário e esportivo na mesma frase?

O utilitário da Jaguar promete convencer os motoristas pela esportividade

Fotos: Divulgação | Texto: Carlos Cereijo

Compartilhe esse conteúdo

Você certamente já ouviu uma frase que começa bem e termina mal. Como quando a garota que você gosta diz: “Eu te adoro... você é mesmo um amigão!”. Ou quando seu amigo grita no churrasco: “Trouxe cerveja para todo mundo... é Glacial!”. Ou, no meu caso: “Cereijo, venha testar um Jaguar no autódromo... é um SUV! ”. Surge no peito aquela sensação de gol impedido. A realidade te esbofeta no meio da comemoração.

Assine a Revista Car and Driver

Com essa mistura de sentimentos, entro no Jaguar E-Pace versão topo R-Dynamic SE P300, para encarar o Autódromo da Capuava, no interior de São Paulo. É a estreia do modelo no Brasil. No design da carroceria, a marca colocou pitadas do F-Type. A larga grade dianteira se abre ao estilo bocarra, os farois felinos têm cílios de LED e as laterais são levemente sinuosas. Na traseira é que a inspiração no cupê fica mais evidente. Os para-lamas musculosos e as lanternas gritam F-Type.

Jaguar, Jaguar E-Pace, Jaguar E-Pace R-Dynamic, carros esportivos, carros utilitários, carros 0 km, carros sedã, carros populares, carros importados, carros de luxo, carros de corrida, carros novos

O caimento rápido do teto tenta mascarar a cara de SUV do modelo. Será este o sinal de que o Jaguar E-Pace é um SUV bom para a pista? Sob o capô há um motor 2.0, mas isso não é uma notícia ruim. O quatro-cilindros turbo e com injeção direta produz 300 cv e torque de 40,8 mkgf em precoces 1.200 rpm. Há alguns anos esses números apareciam em motores bons V6, agora estão ao alcance de motores pequenos. Combinado ao câmbio automático de 9 marchas e à tração integral, o 2.0 lança o E-Pace até os 100 km/h em 6,4 s e leva os 1.832 kg do Jaguar até os 243 km/h de máxima.

Leia mais:

+ Jaguar E-Pace: vocação urbana, estilo e comportamento dinâmico

+ Uma fera de 550 cavalos chamada Jaguar F-Pace

+ Conheça o Jaguar clássico que fez parte do casamento real

Ligo o Jaguar e minha cara de gol impedido já está quase indo embora. Quase porque não consigo esquecer que o E-Pace é irmão do Range Rover Evoque. O Land Rover tem muitas qualidades, mas acelerar no autódromo com desenvoltura não é uma delas. Entro no traçado com o modo Dynamic selecionado. Isso deixa motor, câmbio e direção mais ariscos. A suspensão tem papel primordial para domar o chacoalhar da carroceria nas curvas. Ela lê o que está acontecendo com o Jaguar a cada 0,002 segundo e toma providências a cada 0,010 s para deixar o E-Pace sob controle.

AMIGÃO

Porém, não pense que essa doma é algo frustante. A eletrônica não mata as reações do Jaguar na pista, na verdade ela ajuda a completar as curvas no limite com rapidez e elegância. É como um Samurai treinando com sua espada: divino,
gracioso, mas não fique na frente dele, por favor. O Jaguar E-Pace distribui o torque nas rodas e também usa os freios para controlar o que cada roda está fazendo. Ele pode até jogar 100% da força nas rodas traseiras e permitir um leve e controlado drift. Tudo para fazer o Jaguar contornar mais rapidamente uma curva. Não parece um SUV pequeno, parece um hatch forte e bem acertado. 

Jaguar, Jaguar E-Pace, Jaguar E-Pace R-Dynamic, carros esportivos, carros utilitários, carros 0 km, carros sedã, carros populares, carros importados, carros de luxo, carros de corrida, carros novos

Saio do E-Pace espantado pelas suas habilidades e imediatamente sou jogado dentro de outro E-Pace, agora no off road. Isso mesmo, o mesmo Jaguar que rabiscou no traçado da Capuava agora encara obstáculos de terra, areia e brita. Ele passa rindo por subidas íngrimes, nos piso sem aderência, além de ficar pendurado no desafio da caixa de ovos e não fazer sequer um barulhinho para sair. Aqui o DNA adormecido dos irmãos da Land Rover foi atestado, mesmo que só 0,0001% dos clientes enfrentem essas peripécias.

Este E-Pace topo de linha custa R$ 278 mil, mas a Jaguar oferece versões a partir de R$ 222 mil com o mesmo motor 2.0 turbo, mas amansado para 249 cv e, claro, com menos equipamentos. A conclusão é que a Jaguar conseguiu fazer um SUV esguio e bom para encarar curvas. Não é um veículo para track day, mas você vai se surpreender a cada curva e construir mais confiança no E-Pace. Lembra a garota que só te considerava amigo? Pois bem, vai continuar só na amizade mesmo, pois o mundo está chato e é machismo eu falar que com o Jaguar você ficará mais interessante. Mas você vai. Falei.

NÚMEROS DO JAGUAR E-PACE R-DYNAMIC P300

PREÇO: R$ 278.000
MOTOR: dianteiro, transversal, 4 cilindros, 2,0, 16V,
turbo, gasolina
POTÊNCIA: 300 cv a 5.500 rpm
TORQUE: 41 mkgf entre 1.500 e 4.500 rpm
TRANSMISSÃO: Automática, 9 marchas, tração integral
SUSPENSÃO (D/T): Independente/Multilink
FREIOS (D/T): Discos ventilados/sólidos
RODAS E PNEUS (D/T): 235/55 R19
DIMENSÕES: 4,39 m (comprimento) / 2,68 m (entreeixos)
/ 1,63 m (altura) / 2 m (largura)
PESO: 1.894 kg
TANQUE: 68 litros

Quer estar por dentro de tudo o que acontece no mercado automotivo? Então não perca tempo. Peça já a edição 125 da Revista Car and Driver Brasil. Compre aqui.



Comentários