Placas no padrão Mercosul começam a valer em setembro deste ano





Placas no padrão Mercosul começam a valer em setembro deste ano

As placas terão QR code, chip e design diferente do conhecido

Fotos: Divulgação | Texto: Renê Saba

Compartilhe esse conteúdo

Após ser adiada por diversas vezes, finalmente o projeto da placa com padrão Mercosul foi aprovado no Conselhor Nacional de Trânsito. As notícias automotivas sobre o assunto dão conta que o objeto começará a ser utilizado em setembro deste ano. A resolução foi publicada no Diário Oficial da União, e determina que todos os veículos seja ele novo ou usado, deverão alterar a placa nova até o ano de 2023.

A nova placa será adotada em todo o Mercosul. Países como Argentina e Uruguai já utilizam. O novo sistema foi inspirado nas placas utilizadas pela União Europeia, e é composta por um fundo branco, uma tarja azul na parte superior com o nome e bandeira do país. A númeração também muda. Agora a nova identificação terá 4 letras e 3 números e a cor da fonte vai dizer a utilidade do veículo (veículo comercial, passeio, colecionador e etc).

Ao lado esquerdo da placa terá um código QR e um chip de identificação, e ao lado direito a bandeira do estado onde foi registrado. A partir de setembro a placa será adotada, e o indicado é substituir o quanto antes para evitar filas e demora na medida que se aproxima o final do prazo.

Desde 2014 ouvimos em nossa editoria de notícias automotivas a aprovação do projeto de definição para a troca das placas. O governo brasileiro adiou duas vezes, e depois não definou data. O Uruguai foi o primeiro a adotar o objeto, ainda em 2016 - assim como a Argentina.  

 
 

 

 

 

 

 



Comentários