Segredo! Saiba tudo sobre o Onix renovado

Sucesso de vendas, hatch vai trocar de cara e ganhar mais tecnologia

Compartilhe esse conteúdo

Por Lucas Litvay // Fotos: Diogo Dias // Projeção: João Kleber Amaral

O desenho do Onix nunca foi problema. Foi por essa escultura fluida, cheia de vincos e sem controvérsias, aliás, que o Agile sucumbiu. Suas formas também levaram o Chevrolet ao 2º lugar entre os carros mais vendidos em 2015, perdendo apenas para o Palio, que tem a versão básica 25% mais barata que o Onix LS, o modelo de entrada da linha.

Com o estilo sendo mandatório na preferência popular, ele ficará ainda mais atraente após a reestilização, que deve chegar às lojas no 1º semestre de 2016. E a base usada para a reformulação foi um dos GM mais bem desenhados dos últimos anos: a segunda geração do Cruze.


1.0 TRÊS CILINDROS

A grande mudança estará na dianteira. Os faróis continuarão esticados como você sempre gostou, mas não vão mais parecer terem sido feitos com um esquadro, e sim em uma impressora 3D. Ganharão curvas na parte inferior, subirão até a base do capô e serão levemente cobertos por ele.  A grade também vai mudar, pois a cobertura do motor agora será uma chapa em linha reta.

A grade terá entradas de ar maiores, assim como as molduras dos faróis de neblina. Tudo para deixá-lo com aparência agressiva. Outros retoques estarão nas lanternas traseiras translúcidas, nos grafismos do painel digital e, claro, na segunda geração do My Link e no OnStar, sistema de socorro, auxílio e localização que estreia nos próximos meses no Cruze atual e será estendido, aos poucos, ao restante da linha.

Este Onix também será o primeiro Chevrolet a ganhar, em dois anos, o novo motor 1.0 de três cilindros que deve desenvolver em torno de 85 cv e será feito na fábrica de Joinville (SC).


TROCA TROCA DE PRODUÇÃO

Com a ida da produção do Cruze de São Caetano do Sul para Rosário (Argentina) abre-se espaço na fábrica do ABC paulista para a produção do Onix/Prisma, diz uma fonte. A dupla ainda é feita em Gravataí (RS), que passará ter a responsabilidade de fabricar a futura linha de compactos de R$ 30 mil.

PICAPE ONIX

Em busca do mercado perfeito

A Strada é o calcanhar de Aquiles da concorrência da Fiat para a liderança nacional e, desde a Montana derivada do Corsa, a GM não incomoda o que é, hoje,um dos veículos mais vendidos do Brasil. Contudo, segundo fontes, já há uma dezena de protótipos da picape do Onix prontas e à espera de ir às ruas para testes.

O desenvolvimento ainda está em fase inicial de aprovação de componentes, e o lançamento deve ocorrer em meados de 2017, com versões de cabine simples e dupla.



Comentários